quinta-feira, 29 de maio de 2008

Eu só quero um xodó...

São João chegando e grandes homenagens vão surgindo nessa festa folcórica brasileira, sobretudo nordestina. Esse ano, temos algumas merecidas homenagens a um grande nome da música brasileira: Dominguinhos.

Esse grande forrozeiro, pernambucano de Garanhuns será um dos homenageados do São João de Recife e do Prêmio Tim de Música. Por sua história de quase cinquenta anos de carreira, discípulo do mestre Luiz Gonzaga, Dominguinhos tem história marcante na música brasileira. Já participou de vários discos de quase todos os artistas brasileiros, desde Fagner e Zé Ramalho, até Chico Buarque e Roberto Carlos. Desde Amelhinha e Elba Ramalho até Maria Bethânia e Gal Gosta. Na área da composição, já dividiu criações com artistas como Gilberto Gil, Chico Buarque e Nando Cordel. Lamenta não ter feito algo com Vinícius de Moares, pois quase tiveram uma composição juntos.

Dominguinhos já foi tema desse blog em 25/01, num post que enfatiza um de seus grandes projetos: o disco em homenagem a seu grande mestre Luiz Gonzaga, onde divide vocais com grandes nomes da música brasileira. Além desse disco, ele acumula sucessos inesquecíveis do povo brasileiro como Abri a porta, De volta pro aconchego, Dedicado a você, Eu só quero um xodó, Gostoso demais, Isso aqui tá muito bom, Lamento sertanejo, Tantas palavras, Tenho sede, entre outros. É um músico digno de todas as homenagens, não apenas por sua afinadíssima sanfona, mas pelo ser humano humilde e verdadeiro que passa, através de sua musicalidade, toda sua dedicação à arte a um povo apaixonado pela boa música. Abaixo a letra de Abri a porta, composição em parceria com o ministro Gilberto Gil:

Abri a porta
(Dominguinhos e Gilberto Gil)

Abri a porta
Apareci
A mais bonita
Sorriu pra mim

Naquele instante
Me convenci
O bom da vida
Vai prosseguir

Vai prosseguir
Vai dar pra lá do céu azul
Onde eu não sei
Lá onde a lei
Seja o amor

E usufruir do bem, do bom e do melhor
Seja comum
Pra qualquer um
Seja quem for

Abri a porta
Apareci
Isso é a vida
É a vida, sim

Um forte abraço a todos!

4 comentários:

James Lima disse...

Grande Dominguinhos ! Esse é dos bons !!!

C. Marley disse...

Nobre colega Everaldo,

"Por isso eu vou na casa dela
falar do meu amor pra ela vai
tá me esperando na janela
não sei se vou me segurar" (Esperando na janela - Targino Gondim, Manuca, Raimundinho do Acordeon)

Esse Dominguinhos é um danado. Foi a casa dela e com o seu forrozão gostoso na sanfona ganhou a mulher e o lugar na janela.

Um grande abraço

Juliana disse...

Dominguinhos não perde o ritmo de forma alguma. Seja cantando ao lado do Gonzagão ou do grupo Skank, ele sempre anima o público e mostra tudo aquilo que o forró tem de melhor.

Beijos

Mazé Silva disse...

Everaldo!

É muito bom ver essa homenagem ao excelente compositor e cantor Dominguinhos, grande seguidor de Luís Gonzaga, que aprendi a gostar desde criança.

Como sou sertaneja, gosto também de um forró bem tocado, bem cantado. Ouvir Dominguinhos nos trás alegrias e suas canções são convidadtivas de ouvir-se.

No Ano Novo, tive o prazer de assistir um show de Dominguinhos, na Praça pública de Limoeiro do Norte-Ceará e foi um arraso. Lindo espetáculo, com direito a belas canções, muito forró e muitos fogos de artifícios.

Gostei também da postagem dessa bela composição de Dominguinhos, onde o mesmo interpreta divinamente bem.

Parabéns Everaldo e um grande beijo da amiga.

Mazé Silva.