domingo, 22 de junho de 2008

A festa junina no Nordeste

A Festa Junina no Nordeste Brasileiro é uma das maiores manifestações culturais que o país possui. O termo junino tem a ver com o mês de Junho, e com seus três principais Santos comemorados nessa época: Santo Antônio, dia 13; São João, dia 24 e São Pedro, dia 29. As tradições folclóricas se tornam mais evidentes como as fogueiras, comidas típicas de milho e castanha, e danças como as quadrilhas, por exemplo. Não podemos esquecer os cuidados que devemos ter com os balões e os fogos de artifícios!

Várias cidades se destacam nesse período atraindo turistas do país inteiro e até do exterior. Caruaru em Pernambuco e Campina Grande na Paraíba são as que mais disputam entre si pelo título de o maior São João do mundo. Outras cidades tem se destacado, algumas sobretudo esse ano como Arcoverde/PE, Carpina/PE, Camaçari/BA, além das capitais Recife, Aracaju e Salvador.

A música que rege esse encontro festivo é o forró, sobretudo o chamado pé-de-serra que oferece, em sua forma mais tradicional, um trio formado pelo sanfoneiro e geralmente cantor, um zabumba e um triângulo, que juntos formam a alegria desse povo. Vários artistas fazem diversos shows em várias praças do Nordeste, alguns já comentados nesse blog e outros ainda terão seu post. Em várias cidades nordestinas podemos encontrar em suas programações Fagner, Zé Ramalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo, Trio Nordestino, Santanna, Maciel Melo, Elba Ramalho, Dominguinhos, Nando Cordel, Flávio José, Petrúcio Amorim, Jorge de Altinho e tantos outros artistas locais e nacionais que reverenciam essa festividade com seus grandes shows.


Luiz Gonzaga foi e sempre será o grande nome dessa festividade, homenageado sempre, seja com a interpretação eterna de seu delicioso repertório, seja apenas com um Viva a Gonzagão. Todos os artistas, sem exceção o reverenciam. Todas as festas o reverenciam por reconhecerem que foi ele, com sua sanfona e sua musicalidade fantástica que plantou tudo isso que hoje festejamos, o amor que o Nordeste exporta para o Brasil e para o mundo! Ficamos com a letra Noites Brasileiras, imortalizada pelo Gonzagão e sempre tocada nessas festividades nordestinas.


Noites Brasileiras
(Luiz Gonzaga e Zé Dantas)

Ai, que saudades que eu sinto
Das noites de São João
Das noites tão brasileiras nas fogueiras
Sob o luar do sertão

Meninos brincando de roda
Velhos soltando balão
Moços em volta á fogueira
Brincando com o coração
Eita, São João dos meus sonhos
Eita, saudoso sertão

Um forte abraço a todos!

5 comentários:

Felipe Moura disse...

Rapaz eu vi uma foto ontem da Festa Junina em Aracaju, que coisa boa hein! Lotado!

Isso é o que há de mais bonito no Nordeste, a expressão bem expressada de sua cultura!

Abraços!

Felipe Moura
do Blog El Rey Roberto Carlos
www.reyrobertocarlos.blogspot.com

Armindo Guimarães (Portugal) disse...

Este blog é sensação
É assim o ano inteiro
Dando música ao coração
Do S. João Portuleiro

Aqui no Porto é véspera de S. João e manda a tradição que ao menos neste dia todos sejamos uma família, folgando, bailando e cantando até ao raiar do dia. Sardinha assada com pimentos, broa e caldo verde. Cascatas, largada de balões, manjericos, quadras populares, é assim o S. João.

Abraços

Juliana disse...

As festas juninas são lindas! Todas as manifestações culturais e toda a alegria dessa época são contagiantes. Pena que a tradição de acender fogueiras ainda permaneça, apesar de ser inviável à preservação do meio ambiente.
Hoje o blog mudou de tom: ficou mais colorido, mais festeiro, em clima de são joão!

Beijos

juliana disse...

Vc disponibilizou o link do blog lá no site do maestro Eduardo Lages e eu fiquei curiosa! Ainda bem, porque o conteúdo é 1000! Parabéns

M.PAULINO disse...

M.PAULINO! Cantor e compositor Pernambucano,
Forrozeiro dos bons. É o criador do “PERNAMBUXÉ”;
O estilo que marca um novo tempo na carreira de M.PAULINO
Usando uma Mistura básica do Maracatu com o Axé com uma miscigenação de ritmos super dançante;
Com Maracatu, Forró, Reggae, Frevo, Ciranda, Coco, Samba e as guitarras em levadas diferentes;
Onde Ele mostra a riqueza da cultura Nordestina, chamando de Pernambuxé;
O estilo que usa a Percussão do Maracatu com a Percussão do Axé,
Diferenciado pela batida das Alfaias (Bombos do Maracatu)
E o balanço das guitarras, onde fala das coisas do Nordeste e do nosso País;
Com o molho e o suingue todo especial de M.PAULINO
Mostrando a nossa riqueza cultural como nas músicas:
“ALEGRIA JUNINA”, “ARAME FARPADO” e “CHÁ DE CURA FORTE”.
Entre muitas outras;
Conheça M.PAULINO: PLANETA POETA: http://beltsalvinopoetisadoinproviso.ning.com/profile/MPAULINO
ARTISTAS DE OLINDA: http://artistasdeolinda.ning.com/profile/MPAULINO284
NAÇÃO CULTURAL: http://www.nacaocultural.pe.gov.br/mpaulinocantor
NO MY SPACE: http://www.myspace.com/mpaulinocantor
NO PALCOMP3: www.mpaulino.palcomp3.com.br